Ciência na área da Saúde que analisa e investiga o membro inferior e tem como objetivo o diagnóstico e a terapêutica das patologias que afetam o pé e as suas repercussões no organismo humano.

Podologia Infantil
O diagnóstico e o tratamento precoce do pé da criança é fundamental para assegurar um crescimento correto e prevenir o aparecimento de alterações estruturais e funcionais. O crescimento e desenvolvimento do pé da criança, deve ser acompanhado pelo Podologista assegurando um tratamento personalizado.

Podologia Geriátrica
As alterações não corrigidas, as múltiplas agressões e as manifestações nefastas no pé do idoso são significativas. Contribuindo para a melhoria da qualidade de vida destes doentes, a Podologia apresenta um serviço especializado no tratamento da mobilidade e da dor do pé.

Pé de Risco
O doente diabético pode apresentar alterações do pé, classificado como Pé Diabético. O Pé Diabético é uma consequência da Diabetes, com risco significativo no aparecimento de úlceras (feridas) e de amputações. A atenção e tratamento especializado e criterioso dos Pés dos diabéticos é essencial para evitar graves complicações

Podologia Laboral
O quotidiano obriga-nos por vezes a longas horas de bipedismo, o que se reflete em longas horas de agressões e sofrimento para os pés. Para minimizar estes problemas, deveremos estudar soluções adaptadas a cada situação profissional e a cada pé especificamente.

Podologia Desportiva
O pé é a base fundamental de apoio, equilíbrio e funcionamento do organismo humano. A prática desportiva é essencial para o bem-estar físico e psíquico. O estudo, a prevenção e tratamento do pé do desportista torna-se indispensável de modo a evitar lesões e proporcionar uma boa qualidade de vida e um melhor rendimento desportivo.

Existe um grande número de situações em que se deve recorrer a um Podologista, tanto para fins terapêuticos como preventivos, tais como:

Hiperqueratoses (calosidades);

Dermatomicoses ( pé de atleta);

Dores nos pés;

Entorses Frequentes;

Joanetes;

Dedos em garra;

Pé cavo/Pé plano (raso);

Dismetrias/ Heterometrias (membros com tamanhos diferentes);

Esporão de calcâneo;

Pé Diabético;

Úlceras /Feridas;

Onicocriptose ( unhas encravadas);

Onicogrifose (unhas espessas);

Onicomicose (fungos nas unhas);

Hipohidrose/ hiperhidrose;

Gretas/ fissuras;

Etc.

Cuidados a ter com os pés:
Lavar os pés diariamente:

Secar bem os pés;

Usar o sabão de PH ácido;

Boa hidratação;

Evitar o excesso de suor;

Prevenir as micoses;

Corte recto das unhas;

Usar meias de lã ou algodão;

Não usar meias muito apertadas;

Não fumar;

Praticar exercício físico;

Evitar o auto-tratamento;

Usar um calçado adequado.

Consultar um podologista, no mínimo uma vez por ano mesmo que não existam sinais ou sintomas nos pés poderá evitar desta forma complicações mais graves.

 

Clínico responsável:

Enf. Mª da Luz – Especialista em Mesoterapia invasiva e diversas patologias a nível podológico