Atualmente a população sénior representa o segmento populacional que mais cresce em termos proporcionais, ressalta-se a importância das questões relacionadas ao envelhecimento e à velhice.

Concomitantemente à transição epidemiológica, marcada pela predominância de doenças crónicas, típicas de populações mais envelhecidas, situa-se a transição nutricional, marcada pelo aumento na prevalência da obesidade e diminuição na mobilidade, com repercussões clínicas e sociais importantes, principalmente entre os maiores de 60 anos.

A obesidade, considerada um problema de saúde pública, representa para o idoso um risco adicional de importância considerável.

Os mais velhos estão sempre a dar bons conselhos. Agora é a sua vez de os receber. Venha até nós, receberá cuidados personalizados, só mesmo para si, para que saiba como fazer uma alimentação equilibrada e adequada às suas necessidades. Lembre-se deles no seu dia-a-dia e vai ver que é fácil aliar o prazer de comer ao prazer de viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image